LUSOPT.PT

Portuguese Chinese (Simplified) English French Greek Russian Spanish

Portal das Comunidades Portuguesas alerta a todos os que vivam ou viajem para a Turquia



Após o último referendo na Turquia, o País tornou-se mais perigoso para quem viaja para lá. Se a pena de morte for legal na Turquia a situação poderá ser ainda pior. A comunicação social é oprimida, jornalistas presos e a ditadura de Erdogan está mais poderosa. Pesquisamos no Portugal das Comunidades Portuguesas algum alerta, mas a ultima actualização é de 2016. Esperamos que seja actualizado. Fica aqui o que consta no Portugal para todos os Portugueses.

Última atualização: 2016-09-09

Nota introdutória:

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, sendo, além do mais, passíveis de alteração, a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas ou consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens, daí decorrentes.

Aviso

Na sequência do início da operação militar do exército turco em território sírio, contra as posições do Daesh/ISIL e dos curdo-sírios do PYD/YPG, não se descarta a possibilidade de ações retaliatórias em território turco, pelo que se recomenda uma vigilância redobrada no quotidiano, assim como a observância escrupulosa dos conselhos aos viajantes, específicos para a Turquia, disponíveis nesta página.

A 21 de julho, o Parlamento turco aprovou a declaração do estado de emergência, com vigência inicial de 3 meses, em todo o território desse país. No que respeita implicações que estado de emergência possa causar aos nossos nacionais, recomenda-se que os cidadãos portugueses transportem sempre consigo o passaporte (com a folha separada do visto, caso tenham recorrido ao e-visa – para os turistas/visitantes) e o cartão de residência (para os membros da comunidade portuguesa residente neste país). Da mesma forma, sugere-se a adoção de perfil discreto, evitando aglomerações e obedecendo sempre instruções das autoridades turcas

Na sequência da tentativa de golpe de Estado na Turquia que teve início a 15 de julho, onde pereceram 240 pessoas, o país atravessou um momento de grande estabilidade.

No dia 28 de junho 2016, três bombistas suicidas atacaram o Terminal Internacional do Aeroporto Atatürk, em Istambul, provocando 44 mortos e 239 feridos.

No dia 17 de fevereiro 2016 um ataque com um carro armadilhado, no centro de Ancara, em Kizilay, provocou pelo menos 30 mortos e 60 feridos.

No dia 12 de janeiro de 2016 ocorreu uma violenta explosão na zona histórica de Sultanahmet, em Istambul, que causou 13 mortos e 15 feridos.

No dia 10 de outubro de 2015 um ataque junto à estação de caminho-de-ferro de Ancara, causou 102 mortos e mais de 400 feridos.

Tendo em conta o atual contexto regional, a proximidade da Turquia em relação aos conflitos na Síria e Iraque, combates entre o PKK e as forças de segurança turcas, no leste do país, aconselha-se vivamente aos portugueses que se desloquem à Turquia que sejam extremamente vigilantes, em particular nos pontos turísticos e em todos os locais de maior afluência de pessoas, evitando concentrações e deslocações à região do sudeste do país, que não sejam, por fundadas razões, absolutamente necessárias;  

Recomenda-se, ainda, um elevado grau de vigilância e precaução, especialmente na rede de transportes públicos ou centros comerciais. Será de evitar, nomeadamente, multidões e manifestações de qualquer natureza e, ainda, tanto quanto possível, imediações de edifícios militares ou proximidade de edifícios públicos, sobretudo dos que são sede de departamentos oficiais. Recomenda-se a estrita observância das recomendações e indicações das autoridades locais, acompanhando, nomeadamente, as notícias difundidas pelos meios de comunicação social, bem como as informações e conselhos pontualmente divulgados pela Embaixada de Portugal.

Desaconselha-se em absoluto a estadia ou mesmo visita às zonas de fronteira com a Síria e o Iraque, assim como a algumas províncias do sudeste (v. condições de segurança). No entanto, nos casos em que seja absolutamente necessária a deslocação a alguma dessas zonas, recomenda-se vivamente que a Embaixada de Portugal seja adequadamente informada, com a devida antecedência.

Todos os nacionais ao abrigo de programas de intercâmbio, missões económicas/desportivas ou outras devem comunicar, com antecedência possível, a intenção de se deslocarem à Turquia, enviando as coordenadas relativas ao período de permanência, local, nomes completos e, na medida do possível, contactos telefónicos para o Gabinete de Emergência Consular: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Aconselha-se o registo consular na Embaixada de Portugal em Ancara, de todos os cidadãos portugueses que visitem a Turquia, independentemente do período de estadia. 

Contactos Embaixada e Cônsulado Português na Turquia:

Embaixada: https://www.ancara.embaixadaportugal.mne.pt/pt/

Fonte: Portal das Comunidades (2016)


loading...


Siga-nos Pinterest




comments

 




ARTIGOS RELACIONADOS

Newsletter

Receba todos os dias a nossa newsletter

Entregue por FeedBurner

Online: 109463
Portuguese Chinese (Simplified) English French Greek Russian Spanish